Mapeando as mulheres de Nampula no universo das TIC’s

Um mito foi quebrado em Moma, Nampula: a ideia de que as mulheres no meio rural não dão importância e relevância as Tecnologias de Informação e Comunicação. Ao longo de dois dias, seis mulheres abandonaram os seus afazeres para participar de um workshop sobre jornalismo cidadão. Num evento onde partilharam as suas histórias de luta na comunidade, onde enfrentam dificuldades no acesso aos serviços de saúde, educação e o impacto da mineração principalmente, aprenderam com bastante entusiasmo a elevar bem alto as suas vozes através dos mídias sociais e uma plataforma tecnológica.

Com recurso aos smartphones passarão a publicar as suas histórias através de um crowdmap  e assim mapear as suas comunidades no mundo digital. Para além de aprender a dominar as TIC’s, elas produziram um jornal e um programa de rádio com objectivo de documentar o do dia-a-dia das comunidades. O Jornal chamaram de N’SU NAKA que em português significa A Minha Voz. Ainda no mesmo evento foi lançado uma plataforma digital A Minha Aldeia, uma colaboração entre os governos de Moma, Larde e Angoche, as comunidades de Nampula e as empresas mineiras com o apoio de duas organizações da sociedade civil. Esta plataforma terá como finalidade reduzir o distanciamento entre os cidadãos e as estruturas do governo.

Tomás Queface - Moma Nampula

jornal moma

2 Comments

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *